logotipo
logotipo

Notícias DONMARIO

VOLTAR

DONMARIO apresenta dois lançamentos na Expodireto

 Compõe o portfólio a DM54I52, para as regiões altas e DM61I59 para as regiões baixas

DONMARIO Sementes na Expodireto-2016 l Créditos - Arquivo Marketing GDM

A DONMARIO participa de 07 a 11 de março da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque/RS e apresenta dois lançamentos para a safra 2016/17.

 

A DM54I52 RSF IPRO, de grupo de maturação 5.4, vem para fortalecer o portfólio da marca, e é recomendada para as regiões frias. “A DONMARIO não tinha nenhum produto neste ciclo. Ela se destaca por seu pacote sanitário, incluindo o gene RPS 1K, que confere resistência às principais raças de fitóftora. Tem alto potencial produtivo e arquitetura moderna de planta”, explica o Supervisor Comercial Cristian Pirolli.

 

Para as regiões mais baixas, a novidade é a DM 61I59 RSF IPRO. O material é do grupo de maturação 6.1 e agrega em rendimento, rusticidade e principalmente no pacote sanitário, com resistência às principais raças de fitóftora.

 

 Trabalho técnico DONMARIO MAS

 

Além dos lançamentos, o que tem chamado a atenção dos visitantes é a estação DONMARIO MAS, onde estão sendo apresentados três trabalhos técnicos, um com foco em qualidade de sementes, um em velocidade de plantio e outro em espaçamento de semeadura. “Nosso objetivo é mostrar ao público como o uso de sementes de qualidade, aliado ao correto manejo, gera melhores resultados no campo, aumentando a produtividade e reduzindo custos”, explica o Gerente de Produto, Kleber dos Santos.

 

As sementes de qualidade possuem alto índice de vigor, impactando diretamente na produtividade. Estudos mostram que a cada dois pontos de vigor, há o incremento de uma saca de soja por hectare, e mais: há a redução de 2% no custo de implantação da lavoura, considerando semente mais tratamento. “A cultura de que a utilização de semente ilegal é um bom negócio, lucrativo, é ainda muito forte. Mas quando o produtor põe na ponta do lápis, facilmente percebe que ao fazer isso está perdendo dinheiro e ainda colocando sua safra em risco”, finaliza Kleber dos Santos.