logotipo
logotipo

Notícias DONMARIO

VOLTAR

DONMARIO pretende ampliar atuação em 30% na África do Sul

A África do Sul é um país em expansão, quando o assunto é soja. Dados do Comitê de Estimativas de Safras apontam que nesta safra, a área plantada de soja na África do Sul deverá aumentar em 23%, indo para 620,3 mil hectares. A oleaginosa tem sido cultivada como alternativa ao milho, principal cultivo do país, devido ao aumento da demanda pela commodity e seus derivados.

De olho nesse crescimento, há sete anos a DONMARIO possui trabalhos na África do Sul, há três atua comercialmente e multiplica no país quatro variedades. Atualmente as cultivares DONMARIO detêm 20% do mercado nacional, disputando com multinacionais como Pioneer e Nidera, mas a expectativa é crescer ainda mais. “A ideia este ano é aumentar, no mínimo, 30% as vendas. Temos por objetivo em curto prazo, ainda, aprimorar nossa parceria com a multiplicadora Agricol para a marca DONMARIO, contratar um Agrônomo e conduzir ensaios de materiais convencionais nos países da Zâmbia e Zimbábue”, afirma o Diretor Executivo do Grupo DONMARIO, Santiago Schiappacasse.

Schiappacasse ressalta que um grande entrave no País é o alto índice de ilegalidade (semente salva), que chega a 75%. “Esperamos que, a curto prazo, esse índice diminua, para que este território seja mais atrativo e tenhamos condições de investir mais e ter melhores variedades adaptadas aos agricultores locais. Isso é mais do que um objetivo, faz parte da Missão do Grupo DONMARIO, que é estar presente em todos os países sojícolas, com escala de produção e que reconheçam a propriedade intelectual”, conclui.

 

Materia Africa